sexta-feira, 10 de março de 2017

O Príncipe Sapo

Há muito, muito tempo, num reino distante, havia um príncipe que mentia aos seus aios para não comer nem os legumes que estavam no prato nem a sopa.
Um dia, recebeu uma espada pequena. Essa espada era mágica. Na caixa da espada dizia: “Por cada boa ou má ação, recebes uma benção ou uma maldição.”
O príncipe, nada assustado com aquilo, foi comer. Nesse dia, mentiu outra vez aos aios dizendo:
            — O papá deixa que eu não coma os legumes nem a sopa.
E os criados faziam o que o príncipe mandava.
Quando sua alteza se foi deitar, a espada brilhou.
De manhã, assim que o príncipe acordou, reparou que estava com pés de sapo, mãos de sapo e que coaxava. Interrogou-se:
— O que é que me aconteceu?
Passadas várias horas a esconder a sua pele e a sua voz de sapo, chegou a hora do almoço e o jovem príncipe, que já sabia que só comendo os legumes e a sopa é que conseguia inverter o feitiço, não teve outra alternativa... No preciso momento em que comeu os legumes e a sopa, deixou de ser um sapo.
A partir daí, o príncipe nunca mais mentiu aos seus aios.


Maria Francisca Fonseca Pais, 5.º A

Sem comentários:

Enviar um comentário